1
Esse vídeo é apenas um trecho traduzido do vídeo produzido pela NATURE. A tradução é de minha autoria e, portanto nada profissional. É apenas para dar uma idéia geral.
O vídeo completo, bem mais detalhado se encontra no final do post, porém sem tradução.





Raios X são emitidos por materiais radioativos, nesse caso costumamos chamar de raios gama, ou por cargas elétricas fortemente aceleradas (ou desaceleradas que é o caso mais comum).
As primeiras máquinas de raios X usavam fontes eletrostáticas como a máquina de wimshusrt para gerar diferenças de potencial elevadíssimas.
Usando esse mesmo princípio, cientistas da universidade da Califórnia criaram uma máquina de raio X usando fita adesiva. A fita adesiva ou Durex, nome comercial mais comum ao ser desenrolada é carregada eletricamente por atrito.
Normalmente as moléculas de água e de ar presentes no ambiente não permite que essa eletrização seja grande. Porém quando colocado em uma câmara de vácuo pode atingir até 10000V com uma corrente suficiente para gerar uma faísca visível.
Quando essa descarga atinge uma placa de metal elétrons são desacelerados bruscamente e emitem os raios X.
Dessa forma foi criada uma máquina de raios X, barata e portátil. Perfeita para ser usada em locais sem energia elétrica ou de difícil acesso.

Postar um comentário

Sua irmãzinha! disse... 31 de outubro de 2008 11:28

Gostei muiiiiiiitooo do blog!
Beijos!

 
Top