3
Nas ultimas décadas muitos movimentos têm tentado usar as idéias da física quântica para respaldar ou explicar fenômenos sobrenaturais e idéias místicas. Fritjof Capra foi um dos primeiros a fazer isso com seu livro o Tao da Física, que faz analogia da física moderna com a filosofia e superstição oriental. Particularmente não vejo problema nisso, mas confusões costumam acontecer. Princípios físicos consolidados empiricamente caem no ocultismo. Esse vídeo é parte do “documentário” quem somos nós, que tenta unir a física quântica com a espiritualidade. O princípio físico da dualidade onda partícula apresentado com o experimento da fenda dupla é correto, apesar de não ser imparcial vale a pena assistir, as animações são boas.

Postar um comentário

Anônimo disse... 2 de novembro de 2008 13:39

É real isso? O fato de um observador existir converte o movimento ondulatório em particular?

Não é possível!

Ciência na Web disse... 3 de novembro de 2008 22:14

Para observar alguma coisa é preciso interagir com ela de alguma forma, por algum meio físico.
Observar no caso não é "enxergar" o elétron, mas sim detectá-lo de alguma forma, por exemplo pelo campo elétrico. Isso sim colapsa a função de onda do elétron e ele passa a se comportar como uma particula.

Rafael disse... 13 de novembro de 2008 21:45

kkkkkkkkkkkkk
Chega a ser engraçado de tão estranho!
Isso também tem ligação com a Lei da Atração e a questão do poder que temos de mudar as coisas!
Obs.: Muito legal o blog!

 
Top