quinta-feira, 25 de junho de 2015

Aprenda a fazer um martelo igual ao usado na idade da pedra

Vídeo mostra tecnologia primitiva usada para construção de instrumentos de pedra


Este vídeo mostra como fazer um martelo de pedra usando apenas instrumentos e materiais primitivos, os mesmos disponíveis na idade da pedra.
As ferramentas de pedra mais antigas foram encontradas na Etiópia, possuem idades que variam entre 2.7 e 2.9 milhões de anos.
Segundo a Wikipédia, fragmentos de Australopithecus garhi, Australopithecus aethiopicus e Homo, possivelmente Homo habilis, foram encontrados em sítios de idades aproximadas às das ferramentas mais antigas, sendo estes os candidatos mais prováveis à autores destas ferramentas.
A Idade da pedra durou até o neolítico, com final à aproximadamente 3000 anos atras, sendo superada pela idade dos metais.

Para Saber mais visite:
http://www.infoescola.com/pre-historia/idade-da-pedra/

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Wadi ou Uadi - Rios efêmeros no meio do deserto



Você sabia que existem rios em desertos? Mas não são rios comuns, na maior parte do tempo esses rios estão completamente secos, e somente em evêntos episódicos, como uma chuva muito forte a quilometros de distância, esses rios se enchem de água. Por isso são chamados de rios efêmeros ou wadis, uma palavra derivada do árabe que significa leito de rio.
O vídeo acima, gravado no deserto de Negev em Israel, mostra como um wadi pode ser perigoso, as suas água surgem como que do nada e com uma velocidade incrível.

Wadi- Rio Efêmero no meio do deserto

domingo, 28 de setembro de 2014

Você conhece uma anta?

Anta anda debaixo d'água tranquilamente em Bonito - MS



O vídeo acima mostra uma anta mergulhando tranquilamente nas águas cristalinas de Bonito, Mato Grosso do Sul.


Conheça um pouco mais sobre esse fantástico animal:

"A anta é um mamífero, herbívoro, brasileiro também conhecido como tapir.
Alimenta-se principalmente de frutos, sementes e folhas. Gosta muito de palmeiras, mas também gosta de cana-de-açúcar e cacau.

Ordem: Perissodactyla
Família: Tapiridae
Espécie: Tapirus terrestris

Prefere procurar comida a noite, sempre pelo mesmo caminho.

A anta é preferencialmente noturna, vivendo solitária, exceto no período reprodutivo.

Embora exista também em lugares secos, prefere a proximidade da água.

A anta gosta de tomar banho em horas certas e em lugares certos, e adora banho de lama (como os porcos e os búfalos).

Quando é atacada foge para dentro d'água. Sabe nadar e mergulhar e até andar no fundo, como os hipopótamos.

Quando uma onça ataca uma anta, pula em cima dela. A anta, para se defender corre com a cabeça para baixo, gritando (mais parece um apito) e pula na água, onde ela pode mergulhar e consegue fugir." Fonte: Biocuriosidades




Segundo a Wikipédia, a anta é um "um gênero de Perissodactyla da família Tapiridae que habita a América Central, a América do Sul e o sul da Ásia, sendo conhecidos popularmente por anta ou tapir. São os maiores mamíferos dos Neotrópicos e também os únicos da ordem Perissodactyla, os ungulados de dedos ímpares."

A anta é mesmo um nimal estupido?

"De jeito nenhum. "Provavelmente, a relação que se faz entre o nome do animal e uma pessoa pouco inteligente se deva às peculiares características físicas da anta", diz o zoólogo Mario Rollo, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP). De fato, a anta - também conhecida em algumas regiões como tapir - é um bicho muuuito estranho. Ela tem o corpo de um porco, cascos de boi, orelhas de cavalo e um focinho que lembra uma pequena tromba de elefante. A esquisitice não pára por aí. Suas patas traseiras têm três dedos e as dianteiras, quatro. Mas, apesar dessa aparência um tanto frankensteiniana, ela não é um bicho nada bobo. Há relatos de antas domesticadas que conseguiam até mesmo abrir maçanetas de portas. Na mata, ela é um bicho bastante tímido, que costuma demarcar o seu território com urina. Em linguagem indígena, anta quer dizer grande animal que abre caminho na mata.

Isso porque, quando perseguida, ela corre desenfreadamente, derrubando as pequenas árvores e arbustos que aparecem pela frente. Considerada o maior mamífero da América do Sul, a anta (Tapirus terrestris) pode pesar 200 quilos e atingir 2 metros de comprimento e 1 metro de altura. Existem quatro espécies conhecidas: três na América do Sul (anta terrestre, anta-de-Baird e anta-da-montanha) e uma na Ásia (anta asiática)." fonte: Mundo Extranho

Postagens populares