3

A grafite é um material com características muito interessantes. O primeiro fato interessante é que ela possui a mesma composição do diamante, ou seja, átomos de carbono. A diferença entre eles é a forma como os átomos de carbono se organizam. No diamante cada átomo de carbono faz quatro ligações chamadas ligações covalentes. Essas ligações covalentes são ligações fortes, por isso o diamante possui uma dureza elevada, na verdade ele é o material com a maior dureza que conhecemos. Já na grafite, ou grafita como é conhecido o mineral - isso mesmo a grafita é um mineral - cada átomo de carbono faz três ligações fortes (covalentes) e uma ligação fraca chamada de ligação de Van der Waals. Essa ligação mais fraca faz da grafita um material friável, por isso conseguimos escrever com um lápis. Além disso, essa ligação fraca faz da grafita um excelente condutor, apesar de não ser um metal. A condutividade elétrica é tão grande que em alguns casos especiais, como no da grafita pirolitica, esse material passa a ser um supercondutor.
Outra propriedade interessante da grafite é que ela suporta altas temperaturas, normalmente é usada como material para produzir cadinhos.
O vídeo acima é prova da baixa resistência elétrica, ou alta condutividade, da grafite de um lápis. Quando fazemos passar uma corrente elétrica pela grafite, ela se aquece por efeito joule e fica incandescente. Após alguns minutos ela se rompe, pois ocorre uma reação de oxidação onde o carbono da grafita se combina com o oxigênio do ar para produzir CO2, como mostra a equação:

C(grafite) + O2 --> CO2

Postar um comentário

Felipe Siqueira disse... 4 de maio de 2010 19:10

cara,isso me seu uma idéia ótima de como sintetizar CO2!
Usar O2 puro,proveniente de eletrólise reagindo com uma grafita incandescente!boa idéia pra um experimento pra mostrar no fechamento do meu bimestre,ou numa feira de ciencias! outra aplicação interessante da grafita são eletrodos para eletrólise,dá mta merd* usar eletrodos metálicos na eletrólise da água .... e o geito é partir pra uma grafita mesmo... daquelas de pilha.

João Strasburg disse... 22 de outubro de 2013 12:47

Faltaram alguns detalhes.
Qual é o valor da corrente?
Qual é o valor da tensão?

Marcus Saraiva disse... 22 de outubro de 2013 15:29

Já vi este experimento usando uma bateria de carro, ou seja 12V. Quanto a corrente, depende da resistência do pedaço de grafita.

 
Top